segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Há algo mais...um amor uma Luz

Ligue o som e boa leitura, texto de Wagner Borges (ww.ippb.org.br)

(O Abraço Secreto de Krishna na Alma do Mundo)
 
Certa vez, Krishna disse a Arjuna, o seu discípulo-arqueiro:
Narananda**, nada pode matar o espírito!
O lugar da centelha imperecível não é em nenhum crematório ou cemitério.
O seu lugar é nas estrelas, de onde veio e para onde vai...
Portanto, não se lamente por aqueles que partiram, pois eles estão bem vivos.
E você os encontrará pelos caminhos da evolução, na Terra ou em outros planos...
Porque só o corpo é perecível. Mas a vida segue... Sempre!
Não chore sobre um cadáver. Pelo contrário, eleve o olhar para o azul do céu.
Com o seu centro frontal ativado, veja o mundo espiritual, estuante de vida.
Escute a música das esferas viajando pela imensidão estelar.
A vida chama, meu amigo, não só na Terra, mas, também além...”
Vendo o espanto do discípulo, o Senhor dos Olhos de Lótus abraçou-o.
Em seu coração, Arjuna compreendeu que nenhuma arma pode ferir o eterno.
Então, o sopro vital animou novamente o seu viver, e ele riu, como sempre...
Ali, no abraço de Krishna, ele se sentia em casa e era feliz.
Agora ele sabia que nem o fogo ou a água poderiam queimar ou afogar o Ser real.
Sim, nos braços do Maharaja*** ele viu o mundo espiritual cheio de vida.
Nas asas do Amor, ele viajou nas ondas do Samadhi..
E as estrelas dançaram com ele, e lhe disseram:
“O espírito é eterno, não nasce nem morre, só entra e sai dos corpos perecíveis”.
Foi ali, naquele abraço do eterno, que ele venceu as trevas da morte.
Nesse momento, diz a tradição oriental, o seu coração virou um Sol de Amor.
E ele riu, como sempre...
 
P.S.:
Ah, Krishna!
Na Sua Risada, a alegria da vida.
No Seu Amor, a compreensão.
Na Sua Luz, a consecução do Bem.
No Seu Darma****, a honra do trabalho espiritual.
No Seu Coração, a trilha espiritual.
No Seu Abraço, o Samadhi*****.
Ah, Senhor dos Olhos de Lótus!
Outrora, através de Arjuna, o Senhor abraçou a humanidade inteira.
E, hoje, nas luzes do século 21, essa bênção secreta ainda viaja pelo mundo...
E ela chegou aqui, em meu coração, e me disse, em Espírito e Verdade:
“Escreva algo que ilumine a consciência daqueles que sofrem a dor da saudade.
Novamente escreva que há algo mais... Um Amor. Uma Luz.
E deixe o Vento do Espírito levar esses escritos por aí...”
Ah, Krishna!
O Seu Abraço chegou aqui no meu lar.
O meu coração também virou um sol.
E eu não sei mais o que dizer.
 
Gratidão.
Paz e Luz.
 
- Wagner Borges – mestre de nada e discípulo de coisa alguma.
São Paulo, 14 de maio de 2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário